quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

David Seymour

David Seymour (1911-1956) adotou o pseudônimo de Chim, pelo qual era conhecido. Em 1936, Seymour, um liberal e antifascista, documentou a guerra civil espanhola. Depois da Segunda Guerra Mundial, viajou pela UNESCO para fotografar os efeitos da guerra sobre as crianças. O resultado desse trabalho foi publicado no livro Children of Europe. As crianças continuaram a ser o seu tema fotográfico favorito. Em 1947, juntamente com os amigos Cartier Bresson e George Rodger, fundou a agência fotográfica Magnum.
Foto: © David Seymour

5 comentários:

Luis disse...

São as duas monstrinhas mais lindas que já vi na vida. Parecem umas filhotinhas do SHREK.
É por isso eu declaro meu amor a poesia da foto, aos ensinamentos do texto, e para minha amiga querida Meg(nome real?), que nunca vi, mas me identifiquei por ser uma brigona adorável, como a princesa FIONA.

Feliz Natal e beijo do seu amigo invisível.

Vicky disse...

Oi Mag ,

A assim ... dentro dessas condições , achamos o belo . O bom fotógrafo é o verdadeiro caçador de espressões . Com precisão de um cirurgião plástico , traz o belo do que não poderia ser belo . Conduz à beleza . O olhar maternal , o aconchego , o sorriso legitimados pela luz que ele ajusta .

Mag , Feliz Natal .
Obrigada pelos presentes que você sempre deixa aqui .
Você faz falta .

Beijos,

Vicky .

Meg disse...

Oi Luis,

Conheço algumas pessoas que acham que já viram tudo...Ficaram cegas de tanto ver. É preciso contemplar com os olhos e enxergar com o coração.
Obrigada, meu amigo.
Feliz Natal

Beijos

Meg disse...

Oi Vicky,

A beleza captada pela lente do fotógrafo é algo espiritual.

Vicky, Você parece um pirilampo, tem luz própria!
Obrigada, um Feliz Natal!

Beijos

Vicky disse...

Oi Mag,

Você me vê assim...
Um ponto luminoso...flutuando entre folhagens do jardim...um mini relâmpago que se acende aqui e ali ... riscando a escuridão...lá no poço de Alice...sem fundo e sem fim ???
Adorei ser isso...Beijos.


Vicky .