quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

O instantâneo

"Tão popular que se tornou sinônimo de fotografia, o "instantâneo" é parte fundamental da nossa memória pessoal e coletiva, do álbum de família às páginas dos jornais. Como registro de uma parcela de tempo que normalmente escapa à percepção do ser humano, o instantâneo instiga a curiosidade e vem envolto em uma aura de verdade e de descoberta de uma dimensão mágica da vida que faz dele um bem único. Tal como é para nós a idéia de felicidade, um instante que se torna eterno na nossa lembrança."
© Jean-Luc Monterosso e Milton Guran (Curadores da exposição Instantâneos da Felicidade)

Foto: © Martine Franck

2 comentários:

Longuiño disse...

Que delícia descobrir seu Blog, amei. Sensível como você. Para mim a fotografia preenche nossas retinas, eternas telas em branco. Bjs e parabéns!

Meg disse...

Oi Longuiño,

Puxa vida, obrigada. A fotografia não é apenas uma imagem, como é uma pintura, é um momento mágico.
Gosto muito de você.
Beijos