sábado, 8 de janeiro de 2011

Leslie Alsheimer e Majid Saeedi: Unicef


Entre os finalistas do concurso internacional de fotografia Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), edição 2010, o ensaio do fotógrafo iraniano Majid Saeedi (2º colocado) mostra os efeitos da guerra no Afeganistão. Na fotografia, Mina de seis anos de idade, brinca com a prótese de seu irmão Akram, vítima de acidente enquanto recolhia sucata para obter algum dinheiro. Sua família buscou abrigo em Peshawar, Paquistão. Ao retornarem a Cabul, sua terra natal, Akram recebeu seu braço protético através da assistência da Cruz Vermelha. Em concursos de fotografia, é visto como natural que as imagens com questões relacionadas a direitos humanos se mantenham em evidência, testemunhos terríveis que ajudam a denunciar muitos problemas. Mas há exceções. A fotógrafa americana Leslie Alsheimer registrou momentos de alegria, apesar das circunstâncias adversas em Uganda. A imagem das crianças com sua inocência e sua vitalidade recebeu menção honrosa.
Fotos: © Majid Saeedi / Getty Images e © Leslie Alsheimer

3 comentários:

Nuno Sousa disse...

Ainda bem que a alegria também é premiada. Fico muitas vezes indignado como apenas se mostra o horror e isso tá levando a uma tendência que seria muito positico contrariar.

Meg Rodrigues disse...

Nos primeiros catálogos do World Press Photo, por exemplo, natureza e otimismo eram temas. E é claro , fotos de guerras e conflitos (afinal, o mundo esteve sempre em guerra), mas dividiam o olhar com imagens simples do cotidiano. Hoje, a visão fotográfica é despertada por meio de novos choques.

Carmen Troncoso disse...

La esperanza esta en los niños, a pesar de sus perdidas, viva la niñez!