quarta-feira, 30 de abril de 2008

Fotojornalismo (16)

Mao Tsé-Tung lança entre 1966 e 1969 a Revolução Cultural na China, com a intenção de combater o surgimento de categorias sociais privilegiadas e revitalizar o processo revolucionário do campesinato. A fotografia de © Marc Riboud, na província de Guanxi, foi tirada em 1965, ano que precede a revolução, quando, estudantes e intelectuais, assim como artistas, considerados inimigos do regime, são obrigados a seguir para os campos de trabalhos forçados. Os intelectuais representavam um perigo para o movimento popular por serem capazes de usar seu espírito crítico contra a nova República de Mao.

2 comentários:

Thairine disse...

A foto poderia ser um pouco mais estratégica e apontar mais características da revolução cultural da China.

Meg disse...

Oi Thairine,

Obrigada pela visita.
A minha intenção não foi a de publicar um post sobre a revolução cultural chinesa. A imagem que postei precede a revolução e foi acompanhada pelo fotógrafo Marc Riboud. Na fotografia reproduzida, identificamos o intelectual por seus óculos. Esse fotógrafo tem um site com diversas imagens desse período. Lá você poderá perceber que antes mesmo da revolução, Mao já utilizava as marchas e paradas de estudantes com o intuito de glorificar a nação. Embora o governo chinês negasse, representavam semelhanças com os desfiles da União Soviética.
Um abraço