terça-feira, 17 de junho de 2008

Roman Vishniac

Roman Vishniac (1897-1990) nasceu na Rússia, formado em biologia, começou fotografando insetos e outros microorganismos. De 1934 a 1939, percorreu o Leste Europeu fotografando os guetos judeus. Usando uma câmera escondida, e em circunstâncias difíceis, que incluía fugir da polícia nazista. As imagens captadas mostram a qualidade de vida dos que lá moravam, seus costumes e a reverência pelo ensino religioso. São imagens irresistivelmente afetadas pela consciência de que, pouco depois, todas aquelas pessoas seriam mortas. Vishniac escondeu os negativos sob as suas roupas quando foi para os Estados Unidos. Em 1983, as fotografias foram publicadas no livro A Vanished World (Um Mundo Desaparecido).
Foto: © Roman Vishniac

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi Mag,

esta é a foto perfeita para mim. Eu adoro este ambiente, de ruas de paralelepipedo, calçadas estreitas e predios antigos. Na minha cidade tem um bairro chamado "cidade velha" que ainda mantém um pouco este clima, apesar de criminosamente cobrirem os paralelepipedos com asfalto.

Beijos

Luis

Meg disse...

oi Luis,

Puxa vida, é uma pena, mas veja bem, o ato criminoso praticado na sua cidade, é contra o patrimônio.

Beijos