sexta-feira, 11 de julho de 2008

Fotojornalismo (20)

Em 1968, os dirigentes da Tchecolosváquia, liderados pelo liberal Dubcek, dão início a uma reforma do socialismo. O movimento é encorajado por intelectuais, estudantes e trabalhadores, que se mobilizam. O partido comunista aceita a criação de outros partidos, abole a censura de imprensa, assegura o direito de viajar para o exterior, reabilita e indeniza as vítimas do stalinismo. Tantas reformas inquietam Moscou, pois ameaçavam se alastrar por outras democracias populares. Em 21 de agosto de 1968, as tropas do Pacto de Varsóvia invadem a Tchecolosváquia e prendem Dubcek, pondo fim às reformas. O fotógrafo Josef Koudelka estava lá:
- " Praga, em 1968, foi sem dúvida uma tragédia, mas tive a felicidade de ser testemunha do que ocorreu. Eu não pensava que pudesse haver tamanha solidariedade entre as pessoas. Era um verdadeiro milagre! A oposição aos tanques soviéticos era unânime: comunistas, intelectuais, jovens, velhos, todos estavam juntos. Mesmo os ladrões diziam que não roubariam mais, porque a polícia tinha mais o que fazer! Nunca mais vivi momentos tão intensos." © Eric Godeau
Foto: © Josef Koudelka

2 comentários:

Cata P.- disse...

Adorei o seu blog!
Fala da fotografia de forma fascinante, como deve ser, e sem se tornar chato, são textos objetivos e muito bem estruturados.
Parabéns.

Meg disse...

Obrigada!
Um grande abraço